A África pertence a Jesus.
24/05/2018 11:21 em Missões no Mundo

Quase 12 mil pessoas se reuniram em Guiné-Bissau, no sábado, dia 19, para declarar que a África pertence a Jesus. Uma grande marcha foi realizada pela Aliança Evangélica e pelo Conselho Nacional das Igrejas Evangélicas de Guiné para comemorar o Dia da África, data que recorda a luta pela independência do continente africano.

Os missionários brasileiros enviados pela Assembleia de Deus do Colubandê, do Rio de janeiro, pastor Emerson Medeiros e Nívia Caetano, estiveram presentes no evento.

“Várias igrejas evangélicas, agências missionárias e missionários nacionais participaram. Tudo correu bem, Deus abençoou tremendamente”, conta o pastor Emerson.

“A marcha se iniciou em 1994, com um grupo de dez igrejas que comemorava o dia da África e a partir dali surgiu a ideia do povo sair às ruas e mostrar o amor de Deus para a nação de Guiné-Bissau. Depois disso virou uma tradição e acontece todos os anos”, revela.

O evento teve um apelo espiritual forte. O país é formado principalmente por muçulmanos que estão no período do ramadã. A liderança do evento fez pausas estratégicas para falar do amor de Deus e para orar pelo continente.

“Estamos em pleno ramadã, muitos estão jejuando e nós ali oramos para que Deus tirasse a cegueira espiritual que cobre essa nação. Foi mundo lindo ver o agir de Deus. Foi gratificante ver como a igreja em Guiné-Bissau está crescendo, nós cremos que esse número vai aumentar ainda mais”, afirmou o pastor.

Menos de 2% da população se declara cristã. O trabalho missionário desenvolvido no país além de evangelizar e discipular, ainda atende centenas de crianças em situação de extrema pobreza.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Ouça nossa rádio também em:

Baixe o RadiosNet e ouça milhares de rádios no seu celualr ou tablet radiosaovivo.net/